cine clube de viseu | cinema na cidade | cinema para as escolas

facebook | instagram | youtube

destaques

destaques

Voos Domésticos

"Viseu: A Cidade-Jardim da Beira Interior" de Amélia Borges Rodrigues (1936).
Presente nesta edição →

Os filmes amadores e familiares são um cinema diferente, o lado B da história das cidades e suas gentes, contada na primeira pessoa e sem filtros. Para preservar este património, o Cine Clube de Viseu procura reunir um arquivo audiovisual da vida da região com possibilidade de digitalização destes arquivos.

Sob o título Voos Domésticos (iniciativa apresentada no vistacurta 2021), procuramos valorizar a importância dos arquivos fílmicos e os diferentes usos do cinema ao longo da história. O objectivo é criar um espaço de encontro através das imagens, fazer crescer vínculos comunitários, proteger um património com interesse social e cultural, que reflecte a vida quotidiana nas décadas de 50, 60, 70 e 80.


ENVIO DE FILMES DE ARQUIVO
Em 2024, podem contactar o Cine Clube, e o nosso compromisso é apoiar a digitalização, caso a caso, nos projectos seleccionados!
Basta escrever ou ligar-nos para o geral@cineclubeviseu.pt / 232 432 760, indicando uma breve descrição do conteúdo dos filmes e o tipo de suporte (película 8mm, Super 8, 16mm...).

Os registos seleccionados poderão ser integrados no arquivo do CCV e ter sessões públicas, a organizar em articulação com os autores/proprietários, nas edições futuras do vistacurta — Festival de Curtas de Viseu.


Arte M'Bale
António Ribeiro de Carvalho, 1972-73

Um exemplo destes filmes intimistas são as gravações de António Ribeiro de Carvalho, sócio n.º1 e sócio honorário do Cine Clube de Viseu que, enquanto viveu em Angola, registou alguns filmes documentais, como Arte M’Bale, apresentado publicamente em Outubro de 2021, no vistacurta. Mais informações →


Ao longo dos anos, o perfil das pessoas que procuram o Cine Clube para dar destino a estes materiais é diverso. Há pessoas com alguma idade que possuem quantidades razoáveis de película, e também filhos que as encontram em caixas perdidas entre muitos outros pertences. Viagens, celebrações e bailes, cenas do campo e paisagens, são tópicos recorrentes.